Exército deve receber maior fatia de repasse da Justiça Eleitoral para as Forças Armadas

Vinicius Lobato
Por Vinicius Lobato
2 Min Read

O Exército Brasileiro receberá do Tribunal Superior Eleitoral cerca de R$ 83,8 milhões para atuação nas eleições deste ano, segundo um levantamento feito pela Justiça Eleitoral e repassado à CNN. O repasse ainda não foi feito e não há previsão de quando será efetivado.

O valor total do orçamento do TSE para 2022 é de R$ 2.454.302.642. Já o orçamento para a realização das eleições de 2022 é de R$ 1.334.833.932.
Em maio, a analista de política Thais Arbex havia antecipado o valor total do repasse.

Ao todo, as Forças Armadas devem receber R$ 110,6 milhões neste ano para ajudar na organização das eleições. O valor equivale a um aumento de 64% em relação ao que havia sido gasto em 2018 para o mesmo tipo de serviço.

Já Aeronáutica e Marinha devem receber, cada uma, R$ 14,8 milhões e R$ 11,9 milhões, respectivamente.

A maior fatia para o Exército deve-se ao fato de ser a força com maior contingente e que tem a atuação mais direta na logística e segurança das urnas eletrônicas.

O montante se refere à ajuda logística para a entrega das urnas às seções eleitorais de todo o país e também a convocação de militares para garantir a segurança de municípios na realização das eleições.

Nos bastidores, o presidente do TSE, Edson Fachin, tem afirmado que não promoverá reunião particular com as Forças Armadas para discutir mudanças no processo eleitoral.

O ministro da Defesa tem insistido, no entanto, neste encontro, e o presidente Jair Bolsonaro, que voltou a criticar o Supremo Tribunal Federal na convenção nacional do PL, acenou que está disposto a se reunir com Fachin para tratar do tema.

Compartilhe esse Artigo
Leave a comment