26.8 C
Brasil
sexta-feira, setembro 17, 2021

“Cinquenta mais”

Por um lado, somos todos um pouco velhos. Quem já sentiu o peito apertar, ou se entregou à nostalgia de bons tempos vividos, teria algo de antigo na alma. “Toda saudade é uma espécie de velhice”, escreveu Guimarães Rosa.

Por outro, não seremos velhos nunca, se assim não quisermos. “Não somos velhos enquanto buscamos”, anotou o filósofo francês Jean Rostand. A inquietação do espírito, o desejo de estar sintonizado com o seu tempo, a vontade de viver com intensidade cada dia que nos é dado, tudo isso seria a chave da eterna juventude.

Tenho a lembrança de que, quando menina, encarava as pessoas acima de cinquenta anos como próximas de uma idade avançada. Naquela época se falava que a vida começava aos quarenta. Hoje, é comum ouvirmos que os sessenta são os novos quarenta. Faz diferença? Sinceramente, acredito que não. Os números não contam nossa história, ou pelo menos a parte mais interessante.

Durante muito tempo, a indústria e o setor de serviços segregou o cidadão sênior num nicho pouco valorizado. O mercado seguia a lógica da pirâmide etária brasileira, um país que até outro dia tinha a maioria da população jovem.

Entretanto, hoje a fila preferencial do caixa no supermercado, ou para o embarque no aeroporto (quando for novamente possível), está cada vez maior. Dados recentes do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) apontam que a população com mais de 50 anos no Brasil crescerá a um ritmo chinês nas próximas décadas, consolidando um imenso mercado consumidor que já movimenta R$ 1,8 trilhão por ano e responde por 42% do consumo nacional. Pessoas com mais de 50 anos representam a terceira maior economia do mundo. Uma imagem que, no entanto, querem ver limitada a folhetos de planos de aposentadoria privada.

A verdade é que o mercado de trabalho, que ainda tem dificuldade em aceitar a diversidade, não reserva lugar para os mais experientes. O que significa dar um tiro no próprio pé. Em geral, os fios brancos no cabelo denotam mais experiência, mais conhecimento, mais cultura. São pessoas com maior vivência, patrimônio e capacidade de investimento, cada vez mais representativas dentro da sociedade.

Assim o erro dos estrategistas, que estavam certos até anteontem, felizmente está sendo corrigido. Em referência ao potencial econômico e maior disposição para a vida dessa geração grisalha, ela ganhou o midiático nome de “silver power”.

Sob todos os holofotes, o grupo dos “50+” já é o maior mercado consumidor do Brasil. E não vai parar de crescer. Suas aposentadorias movem municípios inteiros no interior do país, e seus hábitos de consumo específicos geram novos negócios todos os dias. Tenho muito orgulho de estar vivendo este tempo, em que não temo mais a pessoa mais velha que me tornei.

“Todo mundo quer viver muito tempo, mas ninguém quer ser velho”, comentou com ironia Jonathan Swift no século XVIII. O famoso escritor satírico dublinense continua tendo razão, mas hoje sua tirada não soa mais como a denúncia de uma contradição.

Continua após a publicidade

- Advertisement -

Ultimas Notícias

Saiba como atua um urologista

De acordo com o médico urologista Dr. Marco Antonio Quesada Ribeiro Fortes, o profissional especializado em urologia é o responsável por cuidar...

As doenças que afetam o sistema reprodutor masculino – saiba quais são

De acordo com o médico urologista Dr. Marco Antonio Quesada Ribeiro Fortes, o pênis e o sistema reprodutor masculino são extremamente suscetíveis...

Atente-se a sua saúde: Doenças comuns no sistema reprodutor masculino

Muitos homens, de acordo com o médico urologista Dr. Marco Antonio Quesada Ribeiro Fortes, costumam deixar a saúde de lado, o que...

‘Esse endividamento é monstruoso’, diz Bolsonaro sobre prorrogação do auxílio

O presidente Jair Bolsonaro justificou nesta segunda-feira, 19, a apoiadores em frente ao Palácio da Alvorada, a impossibilidade do auxílio emergencial ser prolongado em...

Protesto violento marca primeiro ano de revolta social no Chile

Milhares de manifestantes se reuniram no domingo 18 nos entornos da Praça Itália, no centro de Santiago, para comemorar o primeiro aniversário dos grandes...