24.6 C
Brasil
domingo, setembro 19, 2021

Covid-19: Região Sul reduz em 34% os registros de mortes

Uma das regiões brasileiras mais afetadas pela pandemia nos meses de julho e agosto, o Sul,começa a apresentar consistentes quedas nos registros de mortes em decorrência da Covid-19. Entre o pico de registros, atingido no dia 10 de agosto, e esta segunda-feira, 14, houve uma queda de 34,1% nas médias móveis.

Comparando-se os últimos 14 dias, a retração da média móvel é de 10,6%.  Uma das principais explicações para a diminuição são os registros de Santa Catarina. O estado teve uma baixa de 68,4% nos casos fatais entre o dia 11 de agosto e os dados de hoje. O Paraná também apresenta uma tendência de redução nos dados: a comparação entre 4 de setembro e esta segunda aponta para um número 11,2% menor.  Em ritmo de queda mais lento está o Rio Grande do Sul, com redução de 6,6% de hoje em relação ao pico de mortes mais recente, no último dia 11.

LEIA TAMBÉM
Mundo pode atingir 2,8 milhões de mortes por Covid-19 até fim do ano 

Em toda a região Sul, os casos também começam a estabilizar-se depois de uma expressiva alta ocorrida entre os dias 31 de agosto e 6 de setembro, causado em grande medida por uma escalada de casos em Santa Catarina. A redução das médias móveis em todo o estado em relação a este período, comparado com a data de hoje é de 54,3%.

O cálculo de médias móveis leva em consideração os registros totais dos últimos sete dias divididos por sete. Com este raciocínio é possível atenuar as tradicionais subnotificações de casos e mortes em decorrência da Covid-19 que ocorrem aos finais de semana, quando parte das secretarias de saúde do Brasil encontram dificuldade em reportar indicadores epidemiológicos regionais.

Nesta segunda-feira, 14, o Brasil teve médias móveis atualizadas em 28.259,4 diagnósticos e 720,9 mortes por conta do novo coronavírus.

!function(e,t,s,i){var n=’InfogramEmbeds’,o=e.getElementsByTagName(‘script’),d=o[0],r=/^http:/.test(e.location)?’http:’:’https:’;if(/^/{2}/.test(i)&&(i=r+i),window[n]&&window[n].initialized)window[n].process&&window[n].process();else if(!e.getElementById(s)){var a=e.createElement(‘script’);a.async=1,a.id=s,a.src=i,d.parentNode.insertBefore(a,d)}}(document,0,’infogram-async’,’//e.infogr.am/js/dist/embed-loader-min.js’);

Continua após a publicidade

- Advertisement -

Ultimas Notícias

Saiba como atua um urologista

De acordo com o médico urologista Dr. Marco Antonio Quesada Ribeiro Fortes, o profissional especializado em urologia é o responsável por cuidar...

As doenças que afetam o sistema reprodutor masculino – saiba quais são

De acordo com o médico urologista Dr. Marco Antonio Quesada Ribeiro Fortes, o pênis e o sistema reprodutor masculino são extremamente suscetíveis...

Atente-se a sua saúde: Doenças comuns no sistema reprodutor masculino

Muitos homens, de acordo com o médico urologista Dr. Marco Antonio Quesada Ribeiro Fortes, costumam deixar a saúde de lado, o que...

‘Esse endividamento é monstruoso’, diz Bolsonaro sobre prorrogação do auxílio

O presidente Jair Bolsonaro justificou nesta segunda-feira, 19, a apoiadores em frente ao Palácio da Alvorada, a impossibilidade do auxílio emergencial ser prolongado em...

Protesto violento marca primeiro ano de revolta social no Chile

Milhares de manifestantes se reuniram no domingo 18 nos entornos da Praça Itália, no centro de Santiago, para comemorar o primeiro aniversário dos grandes...