31.7 C
Brasil
segunda-feira, abril 12, 2021

Enfim, a justa homenagem: políticos dos EUA lembram os mortos pela Covid

Na semana em que os Estados Unidos ultrapassaram a trágica marca de 500 000 mortos em decorrência da Covid-19 — mais do que na I Guerra, II Guerra e Guerra do Vietnã juntas —, deu-se um fato inédito: as vítimas receberam homenagens oficiais, sepultando de vez a indiferença manifestada durante a era Trump, fruto de sua insistência em fazer pouco da praga do novo coronavírus. Ao anoitecer de terça-feira 23, deputados e senadores, de máscara e com velas na mão, postaram-se em vigília, sob frio intenso, na escadaria do Capitólio, em cerimônia encerrada com um minuto de silêncio. No dia anterior, na frente da Casa Branca, o presidente Joe Biden e a vice Kamala Harris, acompanhados dos cônjuges, também prestaram sua homenagem. “Não podemos nos anestesiar diante da dor”, disse Biden. Apesar da marca dramática, os números de óbitos e de contágio nos Estados Unidos — campeão mundial, com 28 milhões de casos confirmados — estão finalmente retrocedendo. Há mais de um mês vem ocorrendo diminuição constante na quantidade de mortes e um recuo geral de quase 40%, enquanto o número de novos infectados apresenta queda de 33% — boas notícias atribuídas ao fim do pior período de aglomerações (Natal, Ano-Novo, Super Bowl) e à adoção mais frequente de distanciamento social e uso de máscara. Reforçando os dados positivos, 12% da população já foi vacinada e o ritmo da imunização está se acelerando diariamente. Se tudo continuar assim, dá para prever a chegada de dias melhores.

Publicado em VEJA de 3 de março de 2021, edição nº 2727

Ultimas Notícias

Tiroteio em frente a hospital de Paris deixa ao menos um morto e um ferido

Em frente ao hospital privado Henry Dunant, em Paris, na França, um homem foi morto e uma agente de segurança ficou gravemente ferida nesta...

Morte de homem negro pela polícia desperta novos protestos em Minneapolis

O assassinato de um jovem durante uma blitz policial em Minneapolis, nos Estados Unidos, provocou indignação em todo o país e despertou novos protestos...

Irã classifica apagão em usina nuclear de Natanz como “ato terrorista”

A usina atômica de Natanz, no Irã, sofreu um blecaute na manhã deste domingo. As autoridades iranianas classificaram o incidente como um ato de...

Igreja Católica da Austrália paga indenização milionária a vítima de abuso

Um homem de 58 anos cuja identidade não foi revelada vai receber uma indenização de 1,5 milhão de dólares australianos (cerca de 6,5 milhões...

Peru vai às urnas com 18 candidatos à Presidência – e nenhum é favorito

Nas eleições peruanas de 2011, o romancista peruano Mario Vargas Llosa, ganhador do Prêmio Nobel, disse que a população precisaria escolher entre a “Aids...