21.8 C
Brasil
sábado, abril 17, 2021

Hackers invadem sistema da Microsoft e fazem 60 mil vítimas no mundo

Meses depois de um grupo de hackers russos invadir os computadores de agências federais e de 100 empresas norte-americanas, um novo ataque reacende o debate sobre segurança cibernética nos Estados Unidos. Ao todo, 60 mil pessoas ao redor do mundo que usam o e-mail da Microsoft tiveram seus dados roubados por hackers apoiados pelo governo chinês, segundo a empresa de tecnologia. A ofensiva em larga escala chamou a atenção de autoridades que alertam para o alto número de vítimas em pouco tempo. Em nota, a Casa Branca disse estar trabalhando para avaliar e lidar com a investida. “Esta é uma ameaça ainda ativa. Pedimos às operadoras de rede que a levem muito a sério”, diz o trecho.

Para os especialistas, os invasores estão trabalhando de forma cada vez mais e rápida e, ao que tudo indica, usando recursos para automatizar os ataques em poucos dias. Eles afirmam que, tanto o incidente chinês, que teria sido promovido pelo grupo Hafnium, quanto o mais antigo evidenciam a fragilidade dos sistemas computacionais e a sofisticação de hackers patrocinados para identificar vulnerabilidades ou realizar espionagem.

Procurado, o Ministério das Relações Exteriores da China informou, através de um porta-voz, que o país “se opõe firmemente e combate ataques cibernéticos e roubos cibernéticos” e afirmou que culpar uma nação específica era uma “questão política altamente sensível”.

Segundo a Microsoft, os clientes que usam o sistema de e-mail baseado na nuvem não foram afetados.

Continua após a publicidade

Ultimas Notícias

Deise Zuqui mostra alguns penteados dos anos 90 que voltaram para a moda

Deise Zuqui é uma grande especialista de moda e, portanto, está sempre por dentro das novas tendências. E, como a moda é...

Atirador mata 8 pessoas em centro de operações da FedEx nos EUA

Um atirador matou oito pessoas e feriu várias outras em um centro de operações da empresa de entregas FedEx em Indianápolis, nos Estados Unidos,...

Ex-policial abre mão de depor em julgamento por morte de George Floyd

Derek Chauvin, ex-policial da cidade norte-americana de Mineápolis, abriu mão nesta quinta-feira, 15, do direito de depor ao júri sobre sua participação na prisão...

Entidades internacionais criticam Bolsonaro por resposta à Covid-19

O presidente Jair Bolsonaro segue sendo criticado mundo afora devido à forma como o país está lidando com a pandemia do novo coronavírus. Nesta...

Em vídeo à CNBB, Papa Francisco pede união em momento crítico

Em um vídeo de 7 minutos enviado à 58ª Assembleia Geral da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), o Papa Francisco pregou “unidade...