31.7 C
Brasil
segunda-feira, abril 12, 2021

Macron rejeita soja do Brasil e anuncia produção na Europa

O presidente da França, Emmanuel Macron, anunciou nesta terça-feira 12 que vai iniciar a produção de soja na Europa. Segundo Macron, “depender da soja brasileira é endossar o desmatamento da Amazônia”.

A mensagem foi divulgada pelo próprio presidente francês em suas redes sociais. “Somos coerentes com nossas ambições ecológicas. Lutamos para produzir soja na Europa”, completou. 

“Quando importamos a soja produzida a partir da floresta destruída no Brasil, nós não estamos sendo coerentes”, continuou. “Precisamos da soja brasileira para viver? Vamos começar a produzir soja europeia ou equivalente”, disse.

Macron tem criticado as políticas ambientais do governo de Jair Bolsonaro desde 2019. Ele chamou as queimadas na Amazônia de crise internacional, conclamando as potências globais a interceder no problema.

Em resposta, Bolsonaro afirmou que o francês refletia a mentalidade “colonialista” do passado.

Continua após a publicidade

Ultimas Notícias

Tiroteio em frente a hospital de Paris deixa ao menos um morto e um ferido

Em frente ao hospital privado Henry Dunant, em Paris, na França, um homem foi morto e uma agente de segurança ficou gravemente ferida nesta...

Morte de homem negro pela polícia desperta novos protestos em Minneapolis

O assassinato de um jovem durante uma blitz policial em Minneapolis, nos Estados Unidos, provocou indignação em todo o país e despertou novos protestos...

Irã classifica apagão em usina nuclear de Natanz como “ato terrorista”

A usina atômica de Natanz, no Irã, sofreu um blecaute na manhã deste domingo. As autoridades iranianas classificaram o incidente como um ato de...

Igreja Católica da Austrália paga indenização milionária a vítima de abuso

Um homem de 58 anos cuja identidade não foi revelada vai receber uma indenização de 1,5 milhão de dólares australianos (cerca de 6,5 milhões...

Peru vai às urnas com 18 candidatos à Presidência – e nenhum é favorito

Nas eleições peruanas de 2011, o romancista peruano Mario Vargas Llosa, ganhador do Prêmio Nobel, disse que a população precisaria escolher entre a “Aids...